Portfolio Display detailed information about your work

Turmalina Paraíba

A pedra Turmalina Paraíba foi encontrada pela primeira vez em 1989, nas colinas centrais paraibanas. Seu descobridor, Heitor Dimas Barbosa, passara cinco anos entre escavações contínuas naquele estado do nordeste brasileiro; mas se sentiu recompensado por ser o primeiro a deslumbrar essa única e hipnotizante gema.

Alguns anos depois, outras minas de Turmalinas Paraíba com características similares às pedras brasileiras foram descobertas em 2003, em Moçambique e na Nigéria. Mas o nome permaneceu como citação histórica à descoberta acontecida em solo brasileiro.

Também conhecida por seu nome geológico (Elbaite Cuprian), as Turmalinas Paraíba devem a sua coloração gloriosa aos vestígios de cobre na rede cristalina. Como parte do processo de lapidação, a gema enfrenta temperaturas elevadas em processos que removem outros minerais como o manganês. A cor vívida da pedra emerge depois da lapidação, quando se torna perfeita para a alta joalheria.

Ara Vartanian analisa a cor dessa gema tão única: “A característica mais importante que levo em consideração para adquirir uma Turmalina Paraíba é a vitalidade de sua cor. Em outras palavras, eu a descreveria como um neon da pedra”.

Nesta seleção, o designer destaca as pedras únicas de sua coleção de gemas preciosas, que ressaltam raridade, quilates, pureza e qualidade. E, no intuito de realçar ainda mais as Turmalinas Paraíba, ele fez composições com diamantes brancos e rubelitas.

As gemas descobertas no Brasil são especiais na família das turmalinas. Hoje, estão entre as mais valorizadas pedras do mundo, porque contêm três aspectos importantes para a alta joalheria: cor, translucidez e raridade.

You don't have any media assigned under this gallery yet...